Total de visualizações de página

Postagem em destaque

Blog Tribuna dos Vales agora é Site - Acesse

domingo, 15 de julho de 2018

Marina Silva se mantém firme, forte, inabalável e distante de polêmicas e escândalos de corrupção


 O eleitor segundo pesquisas deseja políticos sérios, honestos e que estejam distantes dos privilégios e mais ainda dos escândalos de corrupção e apesar de não entrar nas principais negociações de alianças e palanques regionais, pois não aceita esquemas, a presidenciável que já foi seringueira analfabeta até os 16 anos e atualmente é professora de História, Marina Silva mantém o fôlego e promete surpreender os gigantes da disputa para o cargo mais cobiçado da República brasileira

A ex-senadora lidera no nordeste nas ultimas pesquisas sem a presença de Lula - Fotos: Divulgação
As mulheres estão em postos de comando importante no Poder Judiciário brasileiro, todas elas têm currículo e chegaram ao topo após fazerem uma carreira e não através de um pulo pela fresta de uma janela partidária. É fácil descobrir a união de características entre as trajetórias de Cármen Lúcia no Supremo Tribunal Federal (STF), Laurita Vaz no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República (PGR), Grace Mendonça na Advocacia-Geral da União (AGU), e Rosa Weber que assumirá em um mês o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e terá pela gente a condução da mais difícil das eleições presidenciais que o Brasil já teve desde a redemocratização.
Assim caminha outra mulher com uma história e trajetória de vida diferente, mas a garra, força, ousadia e determinação são as mesmas das que se destacam no judiciário e não foram analfabetas e muito menos seringueiras. Em meio ao elevado número de candidatos a corrida eleitoral deste ano, a pré-candidata à presidência da República Marina Silva (Rede) se apresenta como o político dos sonhos dos brasileiros, em seus discursos demonstra mais firmeza, coesão, conhecimento de causa e transmite forte segurança aos entrevistadores e ouvintes. Ela se coloca como uma opção de centro, afastada da polarização que causa boa parte dos problemas políticos que o país enfrenta na atualidade.

Blindada em corrupção - É a candidata mais distante dos escândalos de corrupção, e seus discursos os mais diplomáticos e o melhor, um eleitorado fiel. A professora de história segue como a terceira mais votada nas pesquisas, atrás apenas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e de Jair Bolsonaro (PSL). Na última pesquisa Ibope, divulgada no fim de junho, ela tinha 13% das intenções de voto no cenário sem Lula, perdendo apenas para Bolsonaro (17%) e liderava nos estados do nordeste. Seus únicos desafios são superar as dificuldades de estar em um partido pequeno, porém fundado por ela mesma e a formação de alianças, mas para quem tem um currículo marcado pela superação, pois ela  Driblou a pobreza nos seringais do Acre, enganou a morte - que levou dois de seus dez irmãos e venceu cinco malárias, três hepatites, uma leishmaniose e a contaminação por mercúrio causada pelo tratamento da doença, nada mais pode ameaçar a campanha da pré-candidata e levá-la a vitória triunfante que o povo brasileiro precisa e merece.


Eleitores fiéis - A resiliência de Marina Silva chama a atenção de especialistas, que analisam a trajetória política da respeitada ambientalista como uma gama de atitudes sólidas e coerentes que a mantém como forte candidata. Estar na terceira disputa ao Planalto e ter obtido mais de 40 milhões de votos nas duas eleições, a professora de história  conseguiu sem precisar estar a luz dos holofotes, a exposição necessária para se tornar conhecida no Brasil e no mundo e fidelizar de forma inquebrantável seus milhões  eleitores que lhe permanecem fieis. Segundo declaração do analista em consultoria Prospectiva Thiago Vidal, ela conta com “um recall muito grande”. Capaz de permanecer diplomática até mesmo em momentos de ataques exaustivos contra a sua personalidade política e história de vida pessoal. A favor da ex-seringueira contam além do bônus da memória do eleitor, a campanha de Marina tem apelo forte, pois se baseia em uma nova proposta política que foge dos partidos maiores, como PSDB, PT e MDB. Ainda segundo os analistas, outro fator que pesa favoravelmente a ex-ministra é o fato de ela nunca ter se envolvido em casos polêmicos da política e estar imunizada na corrupção.

Segundo o cientista político da Fundação Getulio Vargas (FGV) Sérgio Praça, há fortes características entre os três pré-candidatos que seguem à frente nas pesquisas de intenção de voto — Bolsonaro, Marina e Ciro Gomes. Eles utilizam o discurso de permanecerem distantes e não formarem alianças com os antigos caciques, as velhas raposas felpudas conhecidas da população, ou ainda daqueles que tenham conquistado os holofotes através das denúncias de corrupção. “Normalmente, ser de uma legenda pequena atrapalharia a caminhada, mas, nesse caso, ajuda. Inclusive, porque não há nenhum escândalo envolvendo a Rede”, avalia o cientista.


Desafio das coligações - Se Marina chegar ao segundo turno será a maior conquista de um presidente na história da República, pois sua peregrinação solitária é seu maior desafio e o único capaz de afastar a professora da Presidência. No entanto há um lado muito positivo em tudo isso, a ex senadora está longe da hipocrisia política da atualidade, pois somente hipocrisia reside a barganha política, a base parlamentar de apoio, compatibilização de interesses, todos eufemismos para corrupção pura e simples. Marina é serena e mesmo que as negociações com partidos como PPS, PHS e PROS, não sejam efetivadas  a principal perda será com o tempo para propaganda na TV, o que ainda segundo o especialista o tempo na TV seria um aliado e ex-ministra, “para ela, o tempo de tevê é mais importante que a internet, porque precisa conquistar as pessoas que ainda não se decidiram ou votarão nulo”, esclareceu Praça.

Se não fizer coligações, Marina terá direito a apenas 46 segundos nas telinhas por dia, nove segundos a cada bloco de 12 minutos, e sua participação nos debates será garantido pelo seu desempenho nas pesquisas, pois as emissoras não são obrigadas a convidá-la no entanto dificilmente uma candidata com seu desempenho e histórico ficará fora dos debates eleitorais promovido pelas emissoras de TV. Outra desvantagem de Marina está relacionada aos recursos escassos do fundo eleitoral, na comparação com outros candidatos. Enquanto a Rede conta com R$ 10,6 milhões do fundo eleitoral, partidos maiores têm até sete vezes mais dinheiro para destinar aos candidatos à Presidência. O PSDB, por exemplo, anunciou que gastará R$ 70 milhões do fundo com a campanha de Alckmin, o teto permitido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Com Informações do Jornal Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem é Manoelzinho Canafístula?

Minha foto

Quem é Manoelzinho Canafístula?

Manoel Rosa Filho é conhecido popularmente como Manoelzinho Canafístula, tem 44 anos, é Jornalista Profissional (1996), Professor (1996), Radialista (1997), Micro Empresário de Serviços (2007), Político (1996/2018), Líder Comunitário (1996/2018) e Estudantil (2003/2017). Nasceu em Agosto de 1973 no Município de Santana do Acaraú, é divorciado, tem uma filha Assistente Social e Advogada e dezenas de afilhados pelo Ceará. Residiu por 14 anos na cidade de São Paulo. Trabalhou para as duas maiores empresas do mundo, a francesa Carrefour (1986/1993) e a americana Dun e Bradstreet Div. Nielsen (1994/1995). Em Santana do Acaraú foi Vereador (2007), Secretário de Cultura, Turismo, Desporto e Juventude (2008), Assessor Especial do Gabinete do Prefeito (2013) e Servidor Público Municipal de Santana do Acaraú efetivo (2004/2005) e Servidor Contratado da Prefeitura de Sobral (2017/2018).
Fundou os Jornais Correio Santanense (2001/2005), Tribuna do Vale (2009) e a Voz do Vale (2012/2016). Criou o blog "Tribuna dos Vales" em novembro de 2016. Foi presidente de Associações Comunitárias e conselheiro de sete conselhos municipais, sendo presidente de três deles: Conselho da Criança e do Adolescente, Conselho de Habitação e Conselho de Segurança. Prestou serviços de Assessoria de Comunicação e Imprensa e foi Mestre de Cerimônia para órgãos públicos e privados em diversas cidades da região noroeste do Ceará, incluindo Sobral. Participou de dezenas de cursos, congressos, conferências, seminários, jornadas e oficinas no Ceará e no Brasil.
Mora na cidade de Sobral desde outubro de 2016. Em Santana do Acaraú é conselheiro municipal do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho da Assistência Social, Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social e do Conselho Comunitário de Defesa Social. 

Pesquisar este blog

Follow by Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *