Total de visualizações de página

Postagem em destaque

Blog Tribuna dos Vales agora é Site - Acesse

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Concurso Câmara dos Deputados 2018: Expectativa de edital para nível médio e superior! Até R$ 20.384,43

Legislativo tem 601 cargos vagos; Último edital foi em 2012
Por Saulo Moreira


Aguardado por muitos concurseiros, o concurso da Câmara dos Deputados 2018 é urgente. De acordo com o último balanço do quadro de servidores da casa, atualizado no dia 30 de novembro, o legislativo conta com nada menos que 601 cargos vagos, sendo 181 na função de Analista Legislativo (nível superior) e 420 na função de Técnico Legislativo (nível médio). O último levantamento feio pela Câmara havia registrado 523 cargos vagos.
A expectativa de edital é grande, já que consta na Lei Orçamentária Anual uma previsão de arrecadação com a taxa de inscrição do concurso da Câmara dos Deputados. De acordo com a proposta, estão previstas, a princípio, 129 vagas para cargos de Técnico Legislativo e Analista Legislativo. Ainda de acordo com o texto, estima-se que 70.200 candidatos se inscrevam para o concurso, sendo 45.000 para Técnico e 25.200 para Analista. A taxa de inscrição será de R$110,00 ou R$150,00, tendo como consequência a arrecadação de R$ 8.730.000,00.
Quantidade de vagas ainda será insuficiente
Apesar do projeto contar com 129 vagas, o órgão conta com um déficit de 601 servidores. Sendo assim, a expectativa é que o legislativo ofereça oportunidades em cadastro reserva, com objetivo de realizar contratações durante a validade do certame.
Há cargos vagos nas áreas de agente de polícia legislativa, agente de serviços legislativos/serviços paramédicos, assistente administrativo, analista de informática legislativa, assistente social, assistente técnico, consultoria, contador, enfermeiro, engenheiro, técnico em comunicação social/ rádio, técnico em comunicação social/televisão, técnico em documentação e informação legislativa e técnico em material e patrimônio, médico, taquígrafo legislativo, técnica legislativa, técnico em comunicação social/divulgação institucional, técnico em comunicação social/imprensa escrita e técnico em comunicação social/relações públicas.
Edital do Concurso Câmara dos Deputados 2018
Com a solicitação e projeto de concurso em andamento, além do alto número de postos vagos, a expectativa é que o edital não demore de ser divulgado, já que o concurso é visto de extrema urgência.
Cargos do concurso da Câmara dos Deputados
Conforme o projeto, a Câmara dos Deputados tem em seu quadro de servidores oportunidades para Técnico Legislativo e Analista Legislativo. Para Analista, o edital poderá contar com oportunidades para as áreas de Médico (Neurologia, Ortopedia, Traumatologia, Otorrinolaringologia, Radioimagem), Museólogo, Taquígrafo Legislativo e Técnica Legislativa, mesmas funções oferecidas no último edital, divulgado em 2012, além de outras, a serem conhecidas com o edital a ser publicado.
Para concorrer a função de Analista Legislativo – Área Médico será necessário: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro profissional no Conselho Regional de Medicina, além de certificado de conclusão de residência médica ou título de especialista, na área de especialização a que concorre, devidamente registrados no Conselho Regional de Medicina (CRM). O candidato aprovado nesta função terá que prestar assistência médica emergencial e ambulatorial aos deputados, servidores ativos e inativos, jornalistas credenciados e àqueles que, por determinação legal, sejam considerados seus dependentes.

Já para a função de Analista Legislativo – Museólogo, o candidato deverá ter: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Museologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC. O candidato terá missão de ensinar a matéria Museologia, nos seus diversos conteúdos, em todos os graus e níveis, obedecidas às prescrições legais; planejar, organizar, administrar, dirigir e supervisionar os museus, as exposições de caráter educativo e cultural, os serviços educativos e atividades culturais dos museus e de instituições afins; executar todas as atividades concernentes ao funcionamento dos museus; solicitar o tombamento de bens culturais e o seu registro e instrumento específico; coletar, conservar, preservar e divulgar o acervo museológico, entre outras atribuições.
O concurso da Câmara dos Deputados também conta com oportunidades para as especialidades Taquigrafo Legislativo e Técnica Legislativa. Para concorrer ao cargo de Taquígrafo, o candidato deverá ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC ou habilitação legal equivalente. Terá atribuição de atividades de nível superior estabelecidas pelo Ato da Mesa nº 45, de 1984, envolvendo, dentre outras, execução de tarefas relativas ao registro e decifração de notas taquigráficas, diretamente ou mediante gravações em sistema de áudio, dos discursos, depoimentos, exposições, conferências e debates travados no âmbito do Plenário Principal e/ou das Comissões Técnicas da Câmara dos Deputados e do Congresso Nacional, bem como de outros eventos que envolvam assuntos relacionados às atividades legislativas, dando-lhes forma ortográfica e sentido lógico perfeito, sem prejuízo do estilo e do pensamento do orador; realização de pesquisas bibliográficas, ou de outra natureza, necessárias ao perfeito desempenho dos serviços referentes ao registro taquigráfico.
Por fim, a especialidade Técnica Legislativa tem requisito de diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC ou habilitação legal equivalente, devidamente registrada. Terá atribuição de supervisão, coordenação, orientação ou execução de tarefas de apoio ao desenvolvimento de trabalhos legislativos e administrativos; assistência à Mesa, Comissões, Lideranças e à Administração em matéria constitucional, regimental, de técnica legislativa e de procedimentos administrativos; fornecimento de subsídios à elaboração de documentos de natureza legislativa e administrativa; coleta de dados e informações, sua organização e atualização, relativos a matéria legislativa, administrativa, financeira e orçamentária.
 Já para nível médio, o certame conta com oportunidades em Técnico Legislativo, em diversas áreas.
Lotação - Todos os aprovados no concurso da Câmara dos Deputados exercer a sua função em Brasília (DF). As avaliações também são aplicadas capital federal, porém, o certame costuma atrair um bom número de candidatos.
Salários - De acordo com a tabela remuneratória da casa, o cargo de técnico legislativo, requisito de nível médio, conta com salário de R$ 13.578,58. Já ara Analista Legislativo, requisito de nível superior, o salário pode chegar a R$ 20.384,43.
Provas - A prova de Técnico Legislativo – Assistente Administrativo contou com questões de Língua Portuguesa, Legislação e Conhecimentos Gerais, no bloco de conhecimentos básicos. A prova de Língua Portuguesa teve 20 questões (peso 2), enquanto as demais disciplinas cobradas foram Legislação (19) e Conhecimentos Gerais (06). Em Legislação, as questões foram de Direito Constitucional, Direito Administrativo e Processo Legislativo (Regimento Interno). Em Conhecimentos Gerais, as questões versaram sobre Elementos de Política Brasileira, Cultura e Sociedade Brasileira, entre outras.
Somente são considerados aprovados os candidatos que alcançarem rendimento igual ou superior a 60% (sessenta por cento) dos pontos ponderados.
Além da prova objetiva, o concurso contou com uma redação oficial. A Prova foi de Jcaráter eliminatório e classificatório e pontuação total de 37 (trinta e sete) pontos. Foram habilitados os candidatos que nela obtiverem rendimento igual ou superior a 22 (vinte e dois) pontos, até a 380ª (trecentésima octogésima) posição de classificação.
Último Concurso - O último concurso da Câmara aconteceu em 2012, quando contou com 138 vagas para nível médio e superior, sob organização do Cebraspe. As vagas foram destinadas aos cargos de técnico nas áreas de radiologia (3 vagas) e gesso (2 vagas). Já para nível superior as vagas foram para as áreas de neurologista (1 vaga), ortopedista e traumatologista (2 vagas), otorrinolaringologista (1 vaga), radioimagem (2 vagas), museólogo (2 vagas), taquígrafo legislativo (14 vagas) e técnica legislativa (111 vagas).

As últimas seleções registraram nada menos que 73.707 candidatos para os cargos de Analista e Técnico Legislativo. O cargo de Técnico Legislativo foi o mais concorrido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem é Manoelzinho Canafístula?

Minha foto

Quem é Manoelzinho Canafístula?

Manoel Rosa Filho é conhecido popularmente como Manoelzinho Canafístula, tem 44 anos, é Jornalista Profissional (1996), Professor (1996), Radialista (1997), Micro Empresário de Serviços (2007), Político (1996/2018), Líder Comunitário (1996/2018) e Estudantil (2003/2017). Nasceu em Agosto de 1973 no Município de Santana do Acaraú, é divorciado, tem uma filha Assistente Social e Advogada e dezenas de afilhados pelo Ceará. Residiu por 14 anos na cidade de São Paulo. Trabalhou para as duas maiores empresas do mundo, a francesa Carrefour (1986/1993) e a americana Dun e Bradstreet Div. Nielsen (1994/1995). Em Santana do Acaraú foi Vereador (2007), Secretário de Cultura, Turismo, Desporto e Juventude (2008), Assessor Especial do Gabinete do Prefeito (2013) e Servidor Público Municipal de Santana do Acaraú efetivo (2004/2005) e Servidor Contratado da Prefeitura de Sobral (2017/2018).
Fundou os Jornais Correio Santanense (2001/2005), Tribuna do Vale (2009) e a Voz do Vale (2012/2016). Criou o blog "Tribuna dos Vales" em novembro de 2016. Foi presidente de Associações Comunitárias e conselheiro de sete conselhos municipais, sendo presidente de três deles: Conselho da Criança e do Adolescente, Conselho de Habitação e Conselho de Segurança. Prestou serviços de Assessoria de Comunicação e Imprensa e foi Mestre de Cerimônia para órgãos públicos e privados em diversas cidades da região noroeste do Ceará, incluindo Sobral. Participou de dezenas de cursos, congressos, conferências, seminários, jornadas e oficinas no Ceará e no Brasil.
Mora na cidade de Sobral desde outubro de 2016. Em Santana do Acaraú é conselheiro municipal do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho da Assistência Social, Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social e do Conselho Comunitário de Defesa Social. 

Pesquisar este blog

Follow by Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *