Total de visualizações de página

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Violência – Mês de julho registra 479 assassinatos no Ceará, 02 em Santana do Acaraú

João Pedro dos Santos Alves (Mandala), 21 anos, foi assassinado no dia 2 de julho em Santana
do Acaraú - Foto: Arquivo PM
 O mês de julho terminou nesta segunda-feira (31) com novos números negativos para a estatística da Segurança Pública do Ceará. Nada menos, que 479 pessoas foram assassinadas no estado em apenas 31 dias, numa média de 12,2 homicídios por dia, ou um a cada duas horas. Na comparação com julho de 2016, quando 255 homicídios foram registrados, o Ceará sofreu um aumento de 87,8 por cento nos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs). No acumulado do ano, já são 2.778 homicídios no Ceará. No mesmo período de 2016, foram 1.998, aumento de 39 por cento.
Fortaleza (Capital) - registrou o maior número de crimes de morte no mês de julho. Foram 180 casos, numa média diária de 5,8 assassinatos, uma pessoa morta a cada quatro horas.
Já a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) contabilizou 134 homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, com as cidades mais violentas permanecendo no topo da lista: Maracanaú, Caucaia, Eusébio, Maranguape, Pacajus, Itaitinga, Aquiraz, Pacatuba e Horizonte. As que apresentam menores índices são: Pindoretama, Guaiúba, Chorozinho, Cascavel e São Gonçalo do Amarante.
Interior - O Interior registrou 165 assassinatos durante todo o mês de julho, com os maiores índices em cidades como Juazeiro do Norte, Sobral, Limoeiro do Norte, Russas, Paraipaba, Tabuleiro do Norte. Em Paraipaba (a 115 Km de Fortaleza), foi registrada uma chacina na noite do dia 19, resultando no assassinato de quatro pessoas: Rodrigo Araújo dos Santos, 23 anos; Klayver Braga de Almeida, adolescente de 16 anos; Felipe de Sousa Oliveira e Rangel Pereira Batista.
Santana do Acaraú - Dois jovens foram assassinados no mês de julho na cidade de Santana do Acaraú e um adolescente sofreu uma tentativa de homicídio. João Pedro dos Santos Alves (Mandala), 21 anos, foi alvejado com tiros no dia 2 de julho. Já no dia 08, Francisco Tiago de Lira, 27 anos, foi assassinado em um bar, após uma discussão com um amigo de bebedeira no bairro Pedregal na cidade de Santana do Acaraú. Na tarde do dia 21 o adolescente R.E.O. conhecido por B, 17 anos, foi atingido por dois tiros, sobreviveu e encontra-se internado em uma unidade de saúde de Sobral.
Sistema Prisional - No Sistema Penitenciário, pelo menos, oito presos foram assassinados em julho: José Valdeis Férrer de Oliveira (Penitenciária de Pacatuba), Willamy Rocha Castro (CPPL em Itaitinga), Jeimisson Cardoso Soares (CPPL, Itaitinga), Francisco Rogério Soares Pereira (Penitenciária Regional/PIRS, em Sobral), Francisco César Nildo Feitosa de Andrade (CPPL, em Itaitinga), preso sem identificação (cadeia Pública de Maracanaú), detento não identificado (Cadeia Pública de Uruburetama), além de Cícero Enrique Cordeiro (Cadeia Pública de Iguatu).
Mortos pela Polícia - Pelo menos, 16 pessoas morreram em julho no Ceará em confronto com a Polícia, o que caracteriza mortes por intervenção policial. Seis delas tombaram num confronto com a PM na manhã do último dia 30 em Aracati. Outras três morreram numa troca de tiros com policiais civis (Delegacia de Roubos e Furtos/DRF) na tarde do dia 11, durante uma tentativa de assalto a um carro-forte no bairro Parque São José, em Fortaleza. Dois homens tombaram sem vida numa troca de tiros com policiais do Batalhão Raio na estrada que liga as cidades de Quixadá e Morada Nova, na tarde do dia 16.
Foram registradas mortes em confrontos policiais também em Camocim (dia 8), Aquiraz (dia 16), Chorozinho (dia 15); e em Fortaleza nos bairros Álvaro Weyne (dia 18) e Bom Jardim (dia 27).
Mulheres mortas – Nada menos, que 33 mulheres foram assassinadas no Ceará em julho, mês que apresentou o maior número de feminicídios no estado, sendo 10 casos em Fortaleza, 12 na região Metropolitana e mais 11 casos no Interior do estado. No acumulado do ano, já são 159 vítimas de assassinatos.
Fonte: Blog do Fernando Ribeiro


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem é Manoelzinho Canafístula?

Minha foto

Quem é Manoelzinho Canafístula?

Manoel Rosa Filho é conhecido popularmente como Manoelzinho Canafístula, tem 44 anos, é Jornalista Profissional (1996), Professor (1996), Radialista (1997), Micro Empresário de Serviços (2007), Político (1996/2018), Líder Comunitário (1996/2018) e Estudantil (2003/2017). Nasceu em Agosto de 1973 no Município de Santana do Acaraú, é divorciado, tem uma filha Assistente Social e Advogada e dezenas de afilhados pelo Ceará. Residiu por 14 anos na cidade de São Paulo. Trabalhou para as duas maiores empresas do mundo, a francesa Carrefour (1986/1993) e a americana Dun e Bradstreet Div. Nielsen (1994/1995). Em Santana do Acaraú foi Vereador (2007), Secretário de Cultura, Turismo, Desporto e Juventude (2008), Assessor Especial do Gabinete do Prefeito (2013) e Servidor Público Municipal de Santana do Acaraú efetivo (2004/2005) e Servidor Contratado da Prefeitura de Sobral (2017/2018).
Fundou os Jornais Correio Santanense (2001/2005), Tribuna do Vale (2009) e a Voz do Vale (2012/2016). Criou o blog "Tribuna dos Vales" em novembro de 2016. Foi presidente de Associações Comunitárias e conselheiro de sete conselhos municipais, sendo presidente de três deles: Conselho da Criança e do Adolescente, Conselho de Habitação e Conselho de Segurança. Prestou serviços de Assessoria de Comunicação e Imprensa e foi Mestre de Cerimônia para órgãos públicos e privados em diversas cidades da região noroeste do Ceará, incluindo Sobral. Participou de dezenas de cursos, congressos, conferências, seminários, jornadas e oficinas no Ceará e no Brasil.
Mora na cidade de Sobral desde outubro de 2016. Em Santana do Acaraú é conselheiro municipal do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho da Assistência Social, Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social e do Conselho Comunitário de Defesa Social. 

Pesquisar este blog

Follow by Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *