Nosso Blog "Tribuna dos Vales" foi criado em 13 de novembro de 2016 e tem por missão fazer a difusão das lutas, conquistas, reivindicações, história e realizações dos municípios que compõem os Vales do Acaraú, Coreaú e Aracatiaçu (Importantes Rios da Região Noroeste do Ceará), bem como as principais notícias que marcaram o Ceará, o Brasil e o Mundo.

Total de visualizações de página

terça-feira, 25 de julho de 2017

NACIONAL - MEC seleciona professores para trabalhar no ENEM com salário de R$ 318 reais por dia



Servidores públicos do Poder Executivo federal e professores da rede pública estadual e municipal interessados em atuar na edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até as 23h59min de 7 de agosto para se inscrever. A formação mínima exigida é o ensino médio. Os que já participaram em anos anteriores e quiserem compor a Rede Nacional de Certificadores (RNC) deste ano deverão se inscrever novamente, cumprindo todos os procedimentos descritos no edital.
Os candidatos servidores não devem estar em gozo de licenças, afastamentos legais ou inativos, sendo também vetada a participação dos que estejam ou tenham parentes de até terceiro grau inscritos no Enem 2017. Já os professores devem ser docentes das redes públicas estaduais e municipais, efetivos e devidamente registrados no censo escolar.
Para atuar na RNC é preciso ter smartphone ou tablet com acesso próprio à internet móvel e especificações detalhadas no edital, além de computador para realização do curso de capacitação. Só serão aceitos aqueles que conseguirem aproveitamento mínimo no curso de capacitação a distância oferecido pelo Inep.
A RNC certifica os processos de aplicação do exame, em 5 e 12 de novembro. Cada certificador é responsável por apresentar um relatório no aplicativo ou no sistema. É a primeira vez que o trabalho é ampliado para os docentes, com o objetivo levar a RNC para a totalidade das coordenações de locais de prova do Enem no Brasil.
Remuneração
– O certificador que for servidor público do Poder Executivo federal será remunerado por meio de Gratificação por Encargo de Cursos e Concursos (Gecc). O valor da hora trabalhada é de R$ 26,50. Já para os docentes da rede pública estadual e municipal que atuarem como certificadores, a remuneração, por meio de Auxílio Avaliação Educacional (AAE), será de R$ 318 por dia, equiparando-se ao valor da hora do servidor público do Executivo federal. A atuação é de 12 horas por dia.
Ao optar pelo seu município de atuação, independentemente da quantidade de opções de municípios, o certificador é responsável pelo seu deslocamento até o local e alimentação.
As inscrições (AQUI) estão disponíveis no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ou no aplicativo da Rede Nacional de Certificadores (RNC).
Fonte: Inep

Nenhum comentário:

Postar um comentário