Nosso Blog "Tribuna dos Vales" foi criado em 13 de novembro de 2016 e tem por missão fazer a difusão das lutas, conquistas, reivindicações, história e realizações dos municípios que compõem os Vales do Acaraú, Coreaú e Aracatiaçu (Importantes Rios da Região Noroeste do Ceará), bem como as principais notícias que marcaram o Ceará, o Brasil e o Mundo.Estamos presentes em mais de 30 países e nos cinco continentes. Agradecemos a sua fidelidade e a credibilidade confiada em nosso humilde trabalho.

Total de visualizações de página

domingo, 5 de março de 2017

Terra volta a tremer em Santana do Acaraú


A terra voltou a tremer no município de Santana do Acaraú, os abalos foram sentidos pela população em diversas localidades do município, incluindo a sede. Segundo declaração de moradores a terra tremeu por volta das 5h30min da manhã de hoje (5) na sede.
Moradores da comunidade de Paus Brancos, também informaram que a terra tremeu duas vezes por volta das 8h45min. Já na Lagoa do Serrote o tremor ocorreu às 8h58min.

Histórico dos tremores – O Município já foi afetado em diversas ocasiões por tremores de terra entre 2008 e 2011. Em agosto de 2009 o Distrito do Sapó foi afetado por 9 tremores de terra seguidos, Segundo a Defesa Civil, o tremor foi da ordem de 2.7 graus na escala Richter.
Por conta da frequência dos abalos no município de Santana do Acaraú, a UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) instalou um sismógrafo na localidade do Chora para medir as intensidades dos abalos no município. Ainda temos a intensidade dos tremores de hoje (5).
Desde 2008, o Laboratório Sismológico da UFRN registrou mais 3.000 tremores na região. O mais forte deles foi também em Sobral, em 2009, e chegou a 4.3 graus. Esse tremor causou rachaduras em estruturas de concreto e derrubou móveis em residências e comércios. O tremor atingiu uma área de 200 quilômetros de raio e chegou a afetar cidades do litoral cearense, como Fortaleza.
Causas dos abalos - Segundo Eduardo Menezes, os tremores são comuns na região devido a fossas subterrâneas que estão constantemente em atividade sismológica. As fossas são ligadas ao encontro das placas tectônicas no Oceano Atlântico, que ligam América do Sul ao continente africano. Os tremores também podem estar relacionados à atividade sismológica das placas tectônicas.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário