Total de visualizações de página

quarta-feira, 1 de março de 2017

Portela é a campeã do carnaval 2017 do Rio

Escola apresentou as histórias e mitos da água doce na avenida. Apuração aconteceu na tarde desta quarta (1º), na Marquês de Sapucaí.


A Portela acaba de ser anunciada como a campeã do Grupo Especial do Rio de Janeiro em 2017, com 269, 9 pontos. Com o enredo “Quem nunca sentiu o corpo arrepiar ao ver esse rio passar…”, desenvolvido por Paulo Barros, a escola de samba realizou um grande desfile, com muito luxo e criatividade em suas alegorias. A comissão de frente representou a piracema, com os componentes vestidos de peixes nadando em direção a nascente. A apresentação aconteceu na última segunda-feira, 27, no sambódromo da Sapucaí. Este é o 22º título da escola, que havia ganhado pela última vez em 1984.

A Mocidade conquistou o segundo lugar. O anúncio das notas em nove quesitos foi feito na seguinte ordem: alegorias e adereços; bateria, fantasias, samba-enredo, comissão de frente, evolução, harmonia, mestre-sala e porta-bandeira, e enredo.

As 12 escolas que desfilaram pelo Grupo Especial no Rio de Janeiro foram: Paraíso do Tuiuti, Grande Rio, Imperatriz, Vila Isabel, Salgueiro, Beija-Flor, União da Ilha, São Clemente, Mocidade, Unidos da Tijuca, Portela e Mangueira.

Rebaixamento suspenso

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) decidiu não rebaixar nenhuma agremiação neste ano. O desfile foi marcado por acidentes que deixaram mais de 30 feridos durante a passagem da Paraíso do Tuiuti e da Unidos da Tijuca no sambódromo.

A decisão foi tomada em uma reunião na tarde desta quarta-feira, 1º, que contou com representantes de todas as escolas. Como consequência da mudança, o Grupo Especial terá 13 escolas no Carnaval de 2018, e duas serão rebaixadas, para que, em 2019, a elite do samba volte a ter 12 escolas.

Apuração

No início da apuração, as escolas Portela e Mangueira lideravam, com a leitura de quatro dos nove quesitos. Depois, a Mocidade assumiu a ponta.

A Unidos da Tijuca e Paraíso de Tuiuti tiveram as piores notas nos quesitos alegorias e adereços, possivelmente devido aos acidentes envolvendo carros alegóricos das duas escolas. Unidos da Tijuca foi a única escola de samba do Rio punida durante a apuração. A escola perdeu um décimo por estourar o tempo do desfile.

Resultado final


Com Informações do O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário