Nosso Blog "Tribuna dos Vales" foi criado em 13 de novembro de 2016 e tem por missão fazer a difusão das lutas, conquistas, reivindicações, história e realizações dos municípios que compõem os Vales do Acaraú, Coreaú e Aracatiaçu (Importantes Rios da Região Noroeste do Ceará), bem como as principais notícias que marcaram o Ceará, o Brasil e o Mundo.

Total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de março de 2017

Esquema internacional de contrabando no CE é desarticulado e cinco pessoas são presas


Navio com carga avaliada em R$ 1 milhão foi interceptado em Beberibe.Material seria transportado para uma fazenda na cidade de Fortim.


Michel VictorDo G1 CE
 
Navio transportava material contrabandeado do Suriname (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)

Um esquema de contrabando internacional foi desarticulado no fim da tarde desta segunda-feira (6), na Praia de Parajuru, na cidade de Beberibe, no litoral leste cearense. A polícia apreendeu uma carga avaliada em mais de R$ 1 milhão de reais em cigarros e outros materiais e prendeu cinco suspeitos.
De acordo com o comandante da PM de Beberibe, capitão Rivelino Veiga, há 10 dias policiais receberam a informação de que uma embarcação vinda do Surinami traria ilegalmente uma grande carga de cigarros e outros materiais.
No domingo (5), por volta das 16 horas, o navio aportou e com o apoio de um barco menor iniciou o desembarque da carga.
Na ação, cinco pessoas foram presas, entre eles, um policial civil que fazia a segurança da quadrilha, segundo o capitão Veiga. No entanto, dezenas de suspeitos estão foragidos, um deles é um fazendeiro da cidade de Fortim, que receberia a carga contrabandeada.
Ainda foram apreendidos uma caminhonete modelo Hilux, um carrro modelo Corolla blindado, e três caminhões que fariam o transporte do material até a fazenda.
Os cinco suspeitos presos foram encaminhados ainda nesta segunda-feira para a sede da Polícia Federal, em Fortaleza. A polícia realiza buscas para localizar outros envolvidos no esquema.
A operação das polícias militar e civil contou com apoio da Polícia Federal, Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e Marinha do Brasil.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário