Total de visualizações de página

quinta-feira, 9 de março de 2017

Câmara de Santana do Acaraú realiza audiência e debate problemas de Segurança Pública

Participaram da audiência vereadores, prefeito, promotor de justiça e comandos da Policia Civil e Militar
A Câmara Municipal de Santana do Acaraú realiza na manhã desta quinta-feira (9), uma Audiência Pública onde foram discutidos diversos problemas relacionados à violência urbana e rural no município. O evento contou com as presenças do Prefeito Marcelo Arcanjo (PMDB), do Presidente da Câmara Célio Carneiro (PDT), vereadores, do Promotor de Justiça Oigrezio Mores, 1º Tentente Francisco das Chagas Alves Filho, Delegado Regional da Polícia Civil de Sobral, Celso Fujita, Comandante de Policiamento do Interior, Cel. Julio Rocha Aquino, Comandante do Destacamento da PM local, Marcos Antônio de Castro Cardoso e representantes da sociedade civil.
A proposta foi apresentada em Janeiro pelo vereador Francisco Victor Vasconcelos (PMDB), segundo o parlamentar a violência tem aumentado nos últimos anos e trazidos graves consequências para a população local.
Entre os temas e propostas discutidas e apresentadas na audiência foram: Maior envolvimento da população, denunciando e registrando as concorrências de forma oficial para que as polícias tomem as devidas providências, tendo em vista que há muitas ocorrências no Município, mas a maioria das ocorrências não são registradas.
O Promotor de Justiça sugeriu a instalação de um sistema integrado de vigilância eletrônica na cidade, em seguida o Coronel Julio Aquino informou que já existe projeto na Secretaria de Segurança para instalação nas duas entradas da cidade de câmeras de monitoramento e fotos sensores.
Foi debatido por todos os presentes, um maior investimento na Educação do Município, para melhorar a formação dos jovens de hoje, para num futuro próximo escolherem caminhos que não sejam o da bandidagem.
Outro tema debatido foi a reforma da cadeia pública, para evitar a fuga de detentos, o Promotor de Justiça informou que já havia visitado o prédio e cobrado providências.
O vereador Fabinho Gomes (PDT) sugeriu ao comandante de Policiamento do Interior, a disponibilidade da equipe do Raio de Sobral para fazer diligências semanais na cidade, segundo o coronel irá determinar a equipe para ações durante dois dias por semana.
A reativação do “Programa Pro Cidadania, foi outro assunto discutido, onde o Coronel concordou ser de grande importância, tendo em vista que os agentes poderiam auxiliar a PM em suas ações e trabalhar em com medidas preventivas nos órgãos Municipais, principalmente nas escolas. 

Foi sugerido ainda ao Prefeito que dê maior apoio a PM local em suas ações no Município, por intermédio de um convênio de cooperação.
Foi reclamado ao representante da Polícia Civil sobre as dificuldades para registro de Boletins de ocorrências na delegacia local nos fins de semana, o delegado regional Celso Fujita garantiu que serão tomadas providências.
Um dos temas que mais chamou a atenção da população foi o anuncio da realização de blitzs preventivas nesse fim de semana, 10,11 e 12 - sexta, sábado e domingo) onde será enviada uma equipe de policiais militares para fiscalização de motocicletas nas entradas e saídas da cidade. O coronel ressaltou que as pessoas que estão com seus veículos irregulares fiquem em casa. A fiscalização tem por objetivo reduzir o número de veículos roubados no município.
Em seu pronunciamento o Promotor de Justiça enfatizou a importância da participação da população no combate e na redução da violência, “iremos combater quem tiver de ser combatido, bandido não vai tomar de conta de Santana do Acaraú,” enfatizou Oigrezio Mores.
Histórico da violência - Nos últimos quatro anos foram registrados no município, crimes de pistolagem, assassinatos de jovens envolvidos em gangues na zona rural, roubo de gado, furtos, assaltos e roubos principalmente de motocicletas. Outro problema na cidade é o elevado número de fugas dos detentos da cadeia pública, que atualmente tem mais de 60 pessoas presas.
As drogas é outro agravante para o aumento da violência local, a polícia já desarticulou diversos pontos de vendas de drogas, mas ainda não foi suficiente para reduzir o número de ocorrências na cidade.

Medo – Os moradores mudaram suas rotinas entre elas não sentam mais nas calçadas de suas casas, também evitam viajar ao entardecer ou anoitecer para a zona rural, pois nesses horários é maior a probabilidade de ocorrer assaltos. Recentemente um agricultor foi assaltado e alvejado em uma estrada da zona rural, com um tiro no abdômen, ainda está internado na Santa Casa de Sobral. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário