Total de visualizações de página

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Cinco pessoas são assaltadas em Santana do Acaraú e PM persegue dupla de ladrões

Motocicleta utilizada pelos ladrões foi apreendida pela PM 
 Cinco pessoas foram vítimas de assalto nesta sexta-feira (17) na cidade de Santana do Acaraú. Segundo declaração de moradores da cidade em redes sociais uma pessoa teve o celular roubado enquanto aguardava sentado em uma calçada da Rua João Arcanjo de Maria, próximo a Oficina do Edmar Filho.
Outro registro foi na calçada da Igreja São João, Antônio de Pádua Carneiro (Tonhão) teve seu celular roubado por uma dupla de assaltantes, eles empreenderam fuga e a PM foi acionada e perseguiu os ladrões, ao chegar na comunidade de remédio eles abandonaram a motocicleta Honda HUY 2854 CBX 200 Strada Roxa placa de Sobral. A motocicleta foi recolhida pelos policiais, já os ladrões fugiram pelo mato.
Capacetes utilizados pelos ladrões e que foram deixados para trás durante a fuga
Já o vendedor de ovos conhecido na cidade por Marcelo também foi vitima de assalto quando estava em um ponto comercial no bairro do Retiro. A professora Ana Lourdes Vasconcelos de Oliveira foi outra vitima os ladrões, ela estava sentada na calçada de sua casa na Rua José Mariano no Centro e foi surpreendida pelos ladrões, que levaram seu aparelho de celular. Já na Rua Maria Joaquina outra pessoa foi assaltada e levaram um aparelho celular. Segundo declaração da PM somente três ocorrências foram comunicadas no destacamento.

Dois presidentes nordestinos: Castelo Branco e Lula (Um Cearense e um Pernambucano).


Ao ver Lula defendendo seu filho que recebeu R$ 15 milhões de reais da TELEMAR para tocar sua empresa, Élio Gáspari publicou essa história tirada do fundo do baú:
Em 1966 o presidente Castello Branco leu nos jornais que seu irmão, funcionário com cargo na Receita Federal, ganhara um carro Aero-Willys, agradecimento dos colegas funcionários pela ajuda que dera na lei que organizava a carreira. O presidente telefonou mandando que ele devolvesse o carro.
O irmão argumentou que se devolvesse ficaria desmoralizado em seu cargo. O presidente Castelo Branco interrompeu-o dizendo: Meu irmão, afastado do cargo você já está. Estou decidindo agora se você vai preso ou não'.

E o Lula ainda alega que não existe ninguém 'neste país' com mais moral e ética do que ele... (Tony Scostt) 

TJCE nomeia novo Juiz para a Comarca de Santana do Acaraú

Ao todo foram removidos 22 juízes em todo o estado


O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) aprovou, nesta quinta-feira (16), a remoção de 22 juízes de Comarcas do Interior pelo critério de antiguidade. A sessão foi presidida pelo desembargador Francisco Gladyson Pontes, chefe do Judiciário cearense.
O juiz Wilson de Alencar Aragão da Comarca de Tabuleiro do Norte irá atuar como Juiz Títular na Comarca de 2ª Entrância de Santana do Acaraú.
Confira a relação:
DIOGO ALTORBELLI SILVA DE FREITAS – Juiz da Comarca de Mauriti removido para Alto Santo;
SYLVIO BATISTA DOS SANTOS NETO – Juiz da Comarca de Antonina do Norte removido para Araripe;
JULIANNE BEZERRA BARROS – Juíza da Comarca de Quixelô removida para Barreira;
JAIR TELES DA SILVA FILHO – Juiz da Comarca de Itapiúna removido para Capistrano;
LUCAS MEDEIROS DE LIMA – Juiz da Comarca de Jaguaribe removido para Caririaçu;
ANDRÉ ARRUDA VERAS – Juiz da Comarca de Quiterianópolis removido para Farias Brito;
BERNARDO RAPOSO VIDAL – Juiz da Comarca de Ararendá removido para Forquilha;
ERICK OMAR SOARES ARAÚJO – Juiz da Comarca de Chorozinho removido para Horizonte;
ANDERSON ALEXANDRE NASCIMENTO – Juiz da Comarca de Groaíras removido para Ibiapina;
CHRISTIANO SILVA SIBALDO DE ASSUNÇÃO – Juiz de Santana do Cariri removido para Itaitinga;
SÉRGIO DA NÓBREGA FARIAS – Juiz do Solonópole removido para Itarema;
CRISTIANO SOUSA DE CARVALHO – Juiz da Comarca de Novo Oriente removido para Mucambo;
ANNA CAROLINA FREITAS DE SOUZA – Juíza de Aiuaba removido para Pacoti;
BRUNA DOS SANTOS COSTA RODRIGUES – Juíza da Comarca de Graça removida para Paracuru;
DIOGO SACRAMENTO SEIXAS LOROSA – Juiz da Comarca de Ipaporanga removido para Paraipaba;
CAIO LIMA BARROSO – Juiz da Comarca de Jaguaretama removido para Pentecoste;
ALFREDO ROLIM PEREIRA – Juiz da Comarca de Palmácia removido para Pindoretama;
JULIANA SAMPAIO DE ARAÚJO – Juíza da Comarca de Acarape removida para Redenção;
PAULO JEYSON GOMES ARAÚJO – Juiz da Comarca de Varjota removido para Reriutaba;
WILSON DE ALENCAR ARAGÃO – Juiz da Comarca de Tabuleiro do Norte removido para Santana do Acaraú;

CRISTIANO SANCHES DE CARVALHO – Juiz da Comarca de Tamboril removido para Trairi.

IFCE oferece vagas para professor substituto em Camocim e Iguatu


Nesta quinta-feira (16), iniciaram as inscrições para o processo seletivo simplificado de professores substitutos para o campus do Instituto Federal do Ceará (IFCE) em Camocim. São duas vagas: uma para professor de Língua Inglesa e outra para docente da área de Educação, na subárea Currículo e Estudos Aplicados ao Ensino e à Aprendizagem.
O regime de trabalho é de 40 horas, e a remuneração varia de R$ 3.121,76 a R$ 9.954,09, dependendo da titulação.
A seleção é composta de duas etapas: Prova de desempenho didático e prova de títulos. As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet, através do preenchimento de formulário próprio disponibilizado no endereço eletrônico AQUI, no período das 8h do dia 16 de novembro até às 23h59min do dia 23 do mesmo mês.
Depois de preencher o formulário eletrônico, o candidato deve imprimir a GRU – Guia de Recolhimento da União, ao final do processo de inscrição, e efetuar o pagamento da taxa de inscrição de R$ 150 em qualquer agência bancária ou lotérica. O pagamento da GRU poderá ser efetuado até o dia 24 de novembro de 2017, desde que o candidato tenha efetuado a inscrição até às 23h59 do dia 23 de novembro.
O período previsto para a aplicação das provas de desempenho didático, segundo o cronograma do concurso, é de 4 a 7 de dezembro de 2017. O resultado final deve ser divulgado até o dia 14 do referido mês. Para consultar o edital completo e ter acesso a mais informações (como requisitos para a solicitação da isenção de taxa de inscrição, por exemplo), acesse a página do concurso clicando aqui.
Em Iguatu - Já no campus de Iguatu, o processo seletivo simplificado prevê uma vaga de professor substituto na área de Engenharia Agrícola. As inscrições ocorrem no período de 16 a 23 de novembro. O regime de trabalho é de 40 horas, e a remuneração varia de R$ 3.121,76 a R$ 9.954,09, dependendo da titulação.

VAGAS DE EMPREGO NO SINE/IDT DE SOBRAL PARA HOJE 17 DE NOVEMBRO DE 2017


Ocupação Nº Vagas
ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS 1
ARQUITETO DE EDIFICAÇÕES 1
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO (ESTÁGIO) 1
ATENDENTE DE FARMÁCIA- BALCONISTA 1
AUXILIAR DE PRODUÇÃO 10
AUXILIAR DE PRODUÇÃO (PCD) 10
BALCONISTA DE AÇOUGUE 1
BARMAN 1
CHAPISTA DE LANCHONETE 1
CONSULTOR DE VENDAS 2
COZINHEIRO DE RESTAURANTE 1
DESENHISTA PROJETISTA MECÂNICO 1
ELETRICISTA DE ALTA-TENSÃO 1
MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE MÁQUINA INDUSTRIAL 1
MOTORISTA ENTREGADOR 2
OPERADOR DE CALDEIRA 1
OPERADOR ELETROMECÂNICO 1
TECNÓLOGO EM ELETRÔNICA 1
TRABALHADOR POLIVALENTE NA CONFECÇÃO DE CALÇADOS 10
TÉCNICO DE PRODUÇÃO (LÍDER TÉCNICO) 5
TÉCNICO DE REFRIGERAÇÃO 1
VENDEDOR PRACISTA 1
VISUAL MERCHANDISER 1
TOTAL
56
Estamos localizado na Unidade de Atendimento do SINE/IDT de Sobral
Rua Cel. José Silvestre, 201 - Centro - CEP 62.011-120 - Sobral/CE (Unidade do VAPT VUPT)
Fone/Fax: 0**88 3677-4274 ou (88) 3677-4275
* Para verificar as vagas e nossos serviços acesso o site: www.sineidt.org.br
* Para realizar o cadastro e verificação de vagas pela internet, acesse o portal: http://maisemprego.mte.gov.br
INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO - IDT
NOSSA MISSÃO: “Viabilizar soluções para o desenvolvimento complementar e/ou,
transversal da educação formal, profissionalizante e tecnológica, do trabalho
e do empreendedorismo, visando à inclusão social. “

Certificado pela NBR ISO 9001:2008

UNISA realiza eleição para escolha de nova diretoria


A UNISA (União dos Universitários de Santana do Acaraú) realizará no dia 17 de Dezembro de 2017, das 8h às 17h a eleição para a escolha da nova diretoria da entidade. Poderão participar todos os estudantes filiados a UNISA há pelo menos seis meses.

Leia abaixo o edital na íntegra. A entidade está sem diretoria desde o dia 19 de março desse ano, data em que a diretoria apresentou carta renúncia coletiva.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO Nº 003/2017

O Presidente Interino e Conselheiro Chefe do Conselho Deliberativo da União dos Universitários de Santana do Acaraú – UNISA, no uso de suas atribuições estatutárias, e CONSIDERANDO o Art. 18º do Estatuto vigente, torna público e convoca todos os associados para a Eleição Extraordinária da Diretoria Executiva para o Biênio 2017 – 2018.
Art. 1º - A Eleição dar-se-á por meio de votação direta e secreta a ser realizada na sede da União dos Universitários de Santana do Acaraú – UNISA, no dia 17 de Dezembro de 2017, com início às 8:00h, findando às 17:00h, impreterivelmente.
§ 1º - Terá direito a voto o sócio que estiver em dias com suas obrigações societárias, respeitando o Art. 8º do Estatuto vigente.
Art. 2º - As inscrições das chapas ocorrerão do dia 20 de Novembro de 2017 a 8 de Dezembro de 2017, das 8:00h as 11:00h e 14:30h as 17:40h, na sede da UNISA.
§ 1º - A Inscrição se dará por meio de preenchimento de Requerimento de inscrição, em anexo.
§ 2º - Serão aceitas somente inscrições de chapas completas.
Art. 3º - Poderá compor a Chapa qualquer sócio que estiver em dias com suas obrigações junto à instituição, respeitando o Art. 8º e Art. 32º do Estatuto vigente.
Art. 4º - As chapas deverão ser compostas por 6 (seis) membros, dentro os quais designa-se:
          I.   Presidente
        II.   Vice-Presidente
       III.   1º Secretário
       IV.   2º Secretário
        V.   1º Tesoureiro
       VI.   2º Tesoureiro
Art. 5º - A Comissão Eleitoral, constituída em Assembleia Geral Ordinária, será composta pelos Seguintes Sócios:
1-              Ana Myria Brandão
2-              Ana Fabiane  Rodrigues
3-              Antônia de Maria Faustino
4-              Fabrícia Monteiro
Art. 6º - Será considerada eleita a chapa que obtiver maioria simples (50% + 1) dos votos válidos.
Art. 7 º - Os casos omissos serão analisado em conjunto pelo Conselho Deliberativo e Comissão Eleitoral.

Santana do Acaraú, 17 de Novembro de 2017.

Dener Davi Sousa Lima
Presidente Interino e Conselheiro Chefe

STF confirma condenação de Bolsonaro por danos morais à deputada Maria do Rosário


A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve, por unanimidade, decisão da primeira instância que condenou o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) a pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais à deputada Maria do Rosário (PT-RS). A decisão foi tomada no dia 24 de outubro, mas publicada na semana passada.
Em agosto, o colegiado julgou o caso pela primeira vez, mas a defesa do deputado entrou com novo recurso para esclarecer supostas omissões e contradições na decisão. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou Bolsonaro por ter dito, em 2014, que Maria do Rosário não mereceria ser estuprada por ser “muito feia”, não fazendo seu “tipo”.
A defesa de Bolsonaro argumenta que tem imunidade constitucional, não podendo ser alvo de ações do tipo ou de condenações por palavras que tenha proferido enquanto deputado. Entretanto, a Justiça entendeu até o momento que as declarações dele foram feitas fora do contexto da atividade parlamentar.
Bolsonaro é réu no Supremo Tribunal Federal (STF) em duas ações penais por causa do mesmo episódio, ambas relatadas pelo ministro Luiz Fux.
(Agência Brasil)

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Jorge Picciani se apresenta à PF no Rio após ter prisão decretada

Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi tiveram ordem de prisão autorizada nesta quinta-feira (16) pelo TRF-2
 Thayna Schuquel - Metrópoles

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani (PMDB), se apresentou na sede da Polícia Federal (PF) por volta das 16h40min desta quinta-feira (16). Picciani teve a prisão preventiva decretada pela Primeira Seção do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). A informação é do portal UOL.
Os cinco desembargadores concordaram, por unanimidade, com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) de que o político usou a Alerj para a prática de corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.
Além de Picciani, outros dois deputados estaduais, Paulo Melo e Edson Albertassi, ambos do PMDB, tiveram ordem de prisão autorizada nesta quinta-feira (16) pela Justiça Federal.
Os magistrados também decidiram pelo afastamento de suas funções e que a prisão dos parlamentares deve ir para o colegiado da assembleia e ser votada pelos deputados. Assim, a decisão da Justiça será submetida ao plenário da Alerj, que pode revê-la, mas foi determinada a expedição imediata dos mandados de prisão.
Ordem de prisão
A Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) deve analisar apenas a partir de sexta-feira (17) a ordem de prisão dos deputados estaduais Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi. Até as 17h15min, as prisões preventivas não haviam sido comunicadas pela Justiça à Alerj.
Com a ausência de Picciani, que se entregou à Polícia Federal, a sessão extraordinária para manter ou derrubar as ordens de prisão dos deputados será presidida por André Ceciliano (PT), segundo vice-presidente. Wagner Montes (PRB) é o primeiro vice-presidente e continua comparecendo às sessões, mas declinou da função por problemas médicos. Ceciliano está em São Paulo e deve chegar ao Rio às 18h desta quinta-feira. Segundo a assessoria da Alerj, ele irá à Casa em seguida.

As prisões serão analisadas inicialmente pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que deve emitir um parecer a ser lido em plenário durante a sessão extraordinária. O presidente da CCJ é Edson Albertassi, também alvo da ordem de prisão. O primeiro vice-presidente é Chiquinho da Mangueira (Podemos). A comissão tem sete titulares. Para ser aberta, a sessão precisa da presença de 36 deputados – mesmo número necessário para aprovar qualquer decisão sobre as ordens judiciais. (Com informações da Agência Estado)

TRF vota a favor da prisão de Picciani, Paulo Melo e Albertassi


Parlamentares são alvo da Operação Cadeia Velha, desdobramento da Lava Jato. Decisão vai para plenário da Alerj

Thayna Schuquel
THAYNA SCHUQUEL

A maioria dos magistrados da primeira seção do Tribunal Regional Federal da 2º Região (TRF-2), votaram nesta quinta-feira (16/11), pela prisão preventiva e afastamento dos mandados dos deputados estaduais Jorge Picciani (PMDB), presidente da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Paulo Melo (PMDB) e Edson Albertassi (PMDB). Esta será a decisão do tribunal, no entanto, ainda precisa ser submetida ao plenário da Alerj. A informação é do blog do Fausto Macedo do Estado de São Paulo.
Votaram a favor o desembargador relator do processo, Abel Gomes, e os desembargadores Messod Azulay e Paulo Espírito Santo.
De acordo com o texto, os três magistrados concordaram com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) sobre o uso da Alerj para a prática de corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Eles também decidiram pelo afastamento de suas funções e que a prisão dos parlamentares deve ir para o colegiado da assembleia e ser votada pelos deputados.
Durante o seu voto, Azulay disse que era “muito triste” saber que um dos acusados era presidente da Alerj já por seis mandatos. “Há um acervo probatório muito vasto. É muito triste saber que um deles é presidente da Alerj já por seis mandatos e que esses mesmos três parlamentares, ao invés de trabalhar para os que os elegeram, trabalharam para setores como empresas de ônibus e para favorecimentos indevidos. É estranho que, quando a gente passava pelas ruas, via tantos ônibus vazios. Como sobreviviam, eu não conseguia entender e agora a gente acaba entendendo como tudo uma grande lavanderia de dinheiro”, afirmou o desembargador.

Azulay também relatou que os parlamentares “fabricaram legislações em favor de pouquíssimas pessoas à base a de pagamento de vantagens indevidas”. “Não eram fatos isolados, era o padrão. O Rio de janeiro está sem paz e eu atribuo essa falta de paz a essas pessoas. O desequilíbrio fiscal se deve a essas pessoas. Essas pessoas precisam ser lamentavelmente afastadas do convívio da sociedade. Se tiver que submeter à Alerj que se submeta e a história que julgue”, disse.
(Com Informações Metrópoles)

Vaga de Estágio em Sobral